Trilha Sonora 06 – Star Wars

268826

John Williams é um gênio. O cara é responsável por algumas das melhores trilhas sonoras já feitas na história do cinema: Indiana Jones, Superman, Jurassic Park, Tubarão, E.T. – O Extraterrestre, A Lista de Schindler, Contatos Imediatos do Terceiro Grau, Harry Potter, etc.

No entanto, a trilha sonora de Star Wars foi onde ele se superou. Considerando todos os filmes da saga lançados (e, com certeza, os que virão com a nova trilogia), eu afirmo, sem sombra de dúvidas, que a trilha sonora de Star Wars é a melhor composta até hoje. São tantos temas e músicas memoráveis que fica difícil não colocá-la no topo.

Antecipando o lançamento de Star Wars – Episódio VII – O Despertar da Força, aproveito aqui para fazer um apanhado daquelas que são, na minha opinião, as melhores músicas da saga. Torço também para que John Williams, nos novos filmes, componha músicas que ficarão marcadas nas mentes de cinéfilos de todo o mundo.

May the Force be with you!

wallpaper_8277

  • Star Wars Main Theme 

  • The Force Theme/ Binary Sunset (versão estendida)

  • Imperial March

  • Here They Come!

  • Across the Stars

  • The Asteroid Field

  • Cantina Band

  • Princess Leia’s Theme 

  • Yoda’s Theme

  • Duel of the Fates

  • Battle of Heroes

  • Anakin’s Theme

  • Parade of The Ewoks

  • Escape from Cloud City

  • The Throne Room/End Title

Advertisements

Especial Trilha Sonora – Quentin Tarantino – Jackie Brown

Levon-Biss_Quentin-Tarantino_071212-2894_V1

Os filmes de Quentin Tarantino são mais conhecidos por 4 elementos: a violência; as referências e homenagens a outros cineastas, filmes e gêneros cinematográficos (sobretudo – e tendo como base seus filmes lançados até agora – ao cinema policial/gângster/noir, ao cinema de samurai da década de 50, ao western spaghetti da década de 60, ao cinema de artes marciais das décadas de 60 e 70, ao cinema blacksploitation dos anos 70, aos filmes de carro/corrida e aos slasher movies – em especial o giallo italiano –  também dos anos 70); os diálogos afiados, cheio de palavrões, engraçados e que fazem referência a diversos aspectos da cultura norte-americana e a cultura pop de um modo geral; e, por fim, a trilha sonora impecável, com algumas músicas que só o próprio Tarantino conhece (ele tem uma coleção de discos invejável).  O aspecto ao qual eu vou me deter nesse Especial é justamente a trilha sonora. Vou passar a limpo a trilha sonora de todos os filmes de Tarantino, desde “Cães de Aluguel” até o recente “Django Livre”.

jackie_brown_01

E o primeiro filme que eu gostaria de falar é “Jackie Brown”, de 1997. Muita gente considera “Jackie Brown” com o pior filme da carreira de Quentin Tarantino. Eu não diria que é o pior, mas o “menos bom”, tendo em vista que não considero nenhum filme de Tarantino ruim (e espero que ele não lance nenhum filme ruim até o fim da carreira). A grande razão disso é o fato de o roteiro de “Jackie Brown” não ser de autoria do próprio Tarantino, mas uma adaptação de um romance policial de Elmore Leonard. Apesar do filme não estar no nível de, por exemplo, “Pulp Fiction” e “Cães de Aluguel”, ele com certeza tem seus méritos (as atuações de Samuel L. Jackson e Robert DeNiro são ótimas) e é uma grande homenagem que Tarantino presta ao cinema blacksploitation dos anos 70 (filmes originalmente feitos para a população urbana negra da década de 70 e com diversas referências à cultura negra norte-americana de um modo geral: as músicas – sobretudo o soul jazz e o funk -, as roupas, a maneira de falar, etc.). Uma das principais estrelas do cinema blacksploitation foi Pam Grier (fez dois filmes considerados clássicos do gênero: “Coffy”, de 1973 e “Foxy Brown”, de 1974), justamente a atriz que Tarantino chamou para estrelar “Jackie Brown”.

E a trilha sonora de “Jackie Brown”, como não poderia deixar de ser, também está recheada de soul jazz e funk. Mas não só isso: Tarantino conseguiu trazer na trilha sonora, além do soul jazz e do funk (“Bobby” Womack, The Brothers Johnson, The Delfonics, etc.) um pouco de country (Johnny Cash) e também da música psicodélica do final dos anos 60 e inicio dos 70 (há uma música de uma banda alemã chamada The Vampires’ Sound Incorporation da qual eu nunca tinha ouvido falar antes). É uma trilha sonora, sem dúvidas, excelente, talvez a melhor de todos os filmes de Tarantino até hoje.

Abaixo, trago as todas as músicas (tirando apenas as partes de alguns diálogos do filme e que também estão no disco) da trilha sonora de “Jackie Brown”. Para quem não quer ouvir tudo, as minhas favoritas são: “Across 110th Street”, “Strawberry Letter 23”, “Tenesse Stud”, “Natural High”, “Street Life”, “Didn’t I (Blow Your Mind This Time)”, “Midnight Confessions”, “The Lions and the Cucumber” e ” “Monte Carlo Nights”.

01. Across 110th Street – Bobby Womack

02. Strawberry Letter 23 – The Brothers Johnson

03. Who Is He – Bill Withers

04. Tenesse Stud – Johnny Cash

05. Natural High – Bloodstone

06. Long Time Woman – Pam Grier

07. (Holy Matrimony) Letter to the Firm – Foxy Brown

08. Street Life – Randy Crawford

09. Didn’t I (Blow Your Mind This Time) – The Delfonics

10. Midnight Confessions – The Grass Roots

11. Inside My Love – Minnie Riperton

12. The Lions and the Cucumber – The Vampires’ Sound Incorporation

13. Monte Carlo Nights – Elliot Easton’s Tiki Gods

Quentin-Tarantino-quentin-tarantino-17086804-1600-1200

Trilha Sonora 05 – As Músicas dos Filmes de Bond. James Bond.


Aproveitando a comemoração dos 50 anos da franquia 007, além do top 10 dos filmes de James Bond, resolvi também reunir as músicas de todos os 23 filmes da série (já coloco, inclusive, a música de Adele para o novo filme “007 – Operação Skyfall”).

Adianto, desde já, que as minhas favoritas são, além do tema clássico do agente interpretado pela John Barry Orchestra, “Goldfinger”, “Live and Let Die”, “You Only Live Twice”, “Nobody Does It Better”, “On Her Majesty’s Secret Service”, “We Have All The Time In The World”, “Diamonds Are Forever”, “A View To A Kill” , “You Know My Name” e “Another Way To Die”.

01 – James Bond Theme – The John Barry Orchestra

02 – From Russia With Love – Matt Monro  – Música de “Moscou Contra 007”

03 – Goldfinger – Shirley Bassey – Música de “007 Contra Goldfinger”

04 – Thunderball – Tom Jones – Música de “007 Contra a Chantagem Atômica”

05 – You Only Live Twice – Nancy Sinatra – Música de “Com 007 Só Se Vive Duas Vezes”

06 – On Her Majesty’s Secret Service – The John Barry Orchestra – Música de “007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade”

07 – We Have All The Time In The World – Louis Armstrong – Música de “007 – A Serviço Secreto de Sua Majestade”

08 – Diamonds Are Forever – Shirley Bassey – Música de “007 – Os Diamantes São Eternos”

09 – Live and Let Die – Paul McCartney e Wings – Música de “007 – Viva e Deixe Morrer”

10 – The Man With The Golden Gun – Lulu – Música de “007 Contra o Homem Com A Pistola de Ouro”

11 – Nobody Does It Better – Carly Simon – Música de “007 – O Espião Que Me Amava”

12 – Moonraker – Shirley Bassey – Música de “007 Contra o Foguete da Morte”

13 – For Your Eyes Only – Sheena Easton – Música de “007 – Somente Para Seus Olhos”

14 – All Time High – Rita Coolidge – Música de “007 Contra Octopussy”

15 – A View To a Kill – Duran Duran – Música de “007 – Na Mira dos Assassinos”

16 – The Living Daylights – A-Ha – Música de “007 – Marcado para Morte” 

17 – Licence To Kill – Gladys Knight – Música de “007 – Permissão Para Matar”

18 – Goldeneye – Tina Turner – Música de “007 Contra Goldeneye”

19 – Tomorrow Never Dies – Sheryl Crow – Música de “007 – O Amanhã Nunca Morre”

20 – The World Is Not Enough – Garbage – Música de “007 – O Mundo Não é o  Bastante”

21 – Die Another Day – Madonna – Música de “007 – Um Novo Dia Para Morrer”

22 – You Know My Name – Chris Cornell – Música de “007 – Cassino Roayle”

23 – Another Way To Die – Jack White e Alicia Keys – Música de “007 – Quantum Of Solace”

24 – Skyfall – Adele – Música de “007 – Operação Skyfall”

Trilha Sonora 04 – Os Intocáveis (The Untouchables, 1987)

Os Intocáveis (The Untouchables, 1987) é não apenas um dos melhores filmes do grande diretor Brian De Palma, como também é um dos melhores longas metragens do gênero máfia/gângster já feitos até hoje (um dos meus gêneros favoritos de cinema).

O filme, que se passa na época da Lei Seca, conta a história do policial Eliot Ness (interpretado por Kevin Costner) e de seus parceiros na sua cruzada para prender o famoso mafioso Al Capone (uma das mais brilhantes interpretações de Robert De Niro em toda sua carreira) e impedir o tráfico de bebidas na Chicago dos anos 30.

Não bastasse a interpretação icônica de Robert De Niro como Al Capone, o filme conta ainda com uma atuação inspirada de Sean Connery como o veterano policial Jim Malone (não à toa, Connery recebeu em 1988 o Oscar de ator coadjuvante). Além de ter várias cenas memoráveis (a cena da escadaria na estação de trem é, talvez, a maior delas), Os Intocáveis teve sua trilha sonora assinada pelo mestre italiano Ennio Morricone, o que torna este filme ainda mais especial.

Abaixo, destaco algumas músicas da fantástica trilha sonora deste filme:

1 – The Strength of The Righteous (Main Title)

2 – End Titles

3 – Al Capone

4 – Death Theme

5 – Ness and His Family

Trilha Sonora 03 – Golpe de Mestre

Golpe de Mestre ( The Sting, 1973) é um filme dirigido por George Roy Hill em que dois malandros, interpretados por Paul Newman e Robert Redford, armam um intricado plano para dar um golpe em um gângster (interpretado por Robert Shaw).

Este é um daqueles filmes que todo cinéfilo que se preze deve assistir algum dia. Ganhador de 7 Oscars em 1974 ( Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Figurino, Melhor Montagem, Melhor Direção de Arte e Melhor Trilha Sonora), o filme sabe mesclar bem o drama com a comédia e faz com que o espectador simpatize muito e se importe com os personagens de Newman e Redford.  Este é o segundo filme tendo Paul Newman e Robert Redford como atores principais que George Roy Hill dirigiu, pois, em 1969, o trio realizou o clássico faroeste Butch Cassidy.

A trilha sonora do filme é maravilhosa, composta inteiramente de músicas do pianista/compositor Scott Joplin, conhecido por ser o “Rei do Ragtime”. Destaco abaixo 3 músicas: “The Entertainer” (música tema do filme), “The Easy Winners” e “Solace”.

1 – The Entertainer

2 – The Easy Winners

3 – Solace

Trilha Sonora 02 – A Origem

A Origem possui uma das melhores trilhas sonoras dos últimos anos. É aquele tipo de trilha que dá para comprar o disco e ouvir do começo ao fim sem pular nenhuma música.

O filme ganhou, em 2011, os Oscars de Melhor Mixagem de Som, Edição de Som, Efeitos Visuais e Fotografia, mas perdeu o de Trilha Sonora para A Rede Social. Apesar de gostar da trilha sonora de A Rede Social, não acho que ela seja melhor que o genial trabalho que Hans Zimmer fez em A Origem. E uma das maiores provas disto é o fato de que acordes característicos da trilha de A Origem ( o famoso “BAUM”) foram copiados em trailers de vários filmes recentemente (o mais recente que eu lembro foi o trailer de Prometheus, de Ridley Scott). Ou seja, a trilha de A Origem não apenas contribui para deixar o filme mais tenso e impactante (casando perfeitamente com a proposta de Nolan), como também influenciou trilhas sonoras dos trailers de outros filmes.

Quando for ao cinema novamente, fique atento para a trilha que colocam nos trailers (sobretudos filmes de suspense e ação) e você perceberá que alguns deles utilizarão os mesmos acordes presentes na trilha de A Origem.

Abaixo, coloquei as 4 principais músicas que compõem a trilha sonora: “Dream is Collapsing”, ” 528491″, ” Mombassa”, “Dream Within A Dream”.

1. Dream is Collapsing

2. 528491

3. Mombassa

4. Dream Within A Dream

Trilha Sonora 01 – Raiders March – Indiana Jones

A aventura tem um nome: Indiana Jones.

Eu sou um grande fã de Indiana Jones (pelo menos dos três filmes da década de 80, pois o quarto filme deve ser ignorado pelos fãs, apesar de ter algumas coisas legais). Para mim, Indiana Jones é o maior herói do cinema, o mais icônico e também aquele que possui a melhor trilha sonora!

Então, nada melhor do que começar a seção Trilha Sonora com a música tema de “Os Caçadores da Arca Perdida” (e que depois se tornaria a música tema do personagem) : a “Raiders March”, composta pelo genial John Williams.

Em outras oportunidades falarei mais sobre Indiana Jones (a caixa contendo os 4 filmes e mais 1 blu-ray de extras será lançada no final deste mês de setembro!), Steven Spielberg e John Williams.

Por enquanto, fiquem com esta fantástica música.