Momentos Antológicos do Cinema 03 – A Marca da Maldade (Touch of Evil, 1958) – Plano-sequência inicial

A Marca da Maldade ( Touch of Evil, 1958 ), de Orson Welles, é não apenas um dos melhores filmes noir já feitos, como também é um dos melhores filmes da história do cinema ( alguns consideram ele melhor, inclusive, do que Cidadão Kane, opinião da qual não compartilho, mas respeito).

Não bastasse isto, esta obra-prima possui aquele que é o plano-sequência ( plano que registra a ação de uma sequência inteira de acontecimentos, sem nenhum corte ) mais famoso e discutido de todos: a cena inicial em que acompanhamos um sujeito colocar uma bomba em um carro e toda a trajetória do veículo (passando por diversos transeuntes e personagens do filme) até a explosão da bomba no final da cena.

É um aula de movimento de câmera e uma mostra de todo o virtuosismo de Orson Welles, um verdadeiro gênio do cinema.

Advertisements